Tal Pai, Tal Filho

Seu filho será, em parte, aquilo que você é hoje. Então, cuide de você mesmo.
Cuide de sua saúde física, para que possa prolongar a sua vida e terem ambos vida longa.

Seus hábitos de saúde em parte serão os hábitos do(s) seu(s) filho(s).  Procure ser o que você quer que o seu filho seja. Você quer que ele não fume, não fume. Você quer que ele não se torne um alcoólatra, não chegue sequer pertodo álcool. Você quer que ele procure um médico para prevenção e tratamento, vá também ao médico.

Cuide de sua saúde emocional. Pais equilibrados emocionalmente podem até não gerar filhos equilibrados, mas pais desequilibrados dificilmente terão filhos equilibrados emocionalmente. O clima em casa depende quase cem por cento dos corações dos seus pais. Não desconte os seus problemas nos seus filhos; lembre-se que você pode até esquecer as “explosões” mas talvez eles fiquem marcados para sempre. Se você tem dificuldades emocionais, procure ajude.

Pais que cuidam de si mesmos fazem um investimento tão importante quanto a casa, a comida e o colégio que garantem para os filhos.

Cuide de sua saúde espiritual. Seus hábitos espirituais deverão integrar a cesta de hábitos espirituais de seus filhos. Se você, por exemplo, dá importância à igreja, não faltando sem motivo, seus filhos tenderão a fazer o mesmo. Se seu filho vê você lendo a Bíblia e orando, é possível que este bom modelo componha a sua biografia mais adiante.

(e-mail recebido de Israel Belo de Azevedo )

Sabemos que o que plantamos isso colhemos. O pior é quando plantamos direitinho, a semente germina, cresce e dá frutos, mas vem o Ladrão e não deixa nós usufluirmos da nossa colheita por direito porque quem está ao nosso redor não cuidou bem dessa mesma colheita.

Arthur Nogueira (Psicólogo)

Renomados terapeutas que trabalham com famílias divulgaram uma recente pesquisa, onde se nota que os membros das famílias brasileiras estão cada vez mais frios, não existe mais carinho, não valorizam mais as qualidades, só se ouvem críticas. As pessoas estão cada vez mais intolerantes, e se desgastam valorizando os defeitos dos outros. Por isso, os relacionamentos de hoje não duram.

A ausência de elogio está cada vez mais presente nas famílias de média e alta renda. Não vemos mais homens elogiando suas mulheres, ou vice-versa, não vemos chefes elogiando o trabalho de seus subordinados, não vemos mais pais e filhos se elogiando, amigos, etc.

Só vemos pessoas fúteis valorizando artistas, cantores, enfim, pessoas que usam a imagem para ganhar dinheiro e que, por conseqüência, são pessoas que tem a obrigação, mais tempo e maiores condições para cuidar melhor do corpo e do rosto.

Essa ausência de elogio tem afetado muito as famílias. A falta de diálogo em seus lares, o excesso de orgulho impede que as pessoas digam o que sentem, e levam essa carência para dentro dos consultórios. Acabam com seus casamentos, acabam procurando em outras pessoas o que não conseguem dentro de casa.

Vamos começar a valorizar nossas famílias, amigos, alunos e subordinados. Vamos elogiar o bom profissional, a boa atitude, a ética, a beleza de nossos parceiros ou nossas parceiras, o comportamento de nossos filhos. Vamos observar o que as pessoas gostam.

O bom profissional gosta de ser reconhecido, o bom filho gosta de ser reconhecido, o bom pai ou a boa mãe gostam de ser reconhecidos, o bom amigo, a boa dona de casa, a mulher que se cuida, o homem que se cuida, enfim, vivemos numa sociedade em que um precisa do outro, é impossível um homem viver sozinho, e os elogios são a motivação na vida de qualquer pessoa.

Quantas pessoas você poderá fazer feliz hoje elogiando de alguma forma?

Pense nisso!

Você sabe que tive alguns dias solitários, cometi erros e tive que pagar.  Eu tinha alguns amigos que foram embora, exatamente como mamãe me disse. Mas há alguém cujo amor é real, que se importa como me sinto.  Cada dor, qualquer corrida, cada mancha. Há paz quando eu chamo Seu Nome. Jesus, Tú és meu tudo.  A Cruz… Você passou por aquilo só por mim…

Esta é uma das músicas que mais toca meu coração.  Conselho de mãe que não ouvimos, nos faz sofrer.  Amor de pai que não sentimos, nos faz sofrer.

Mas em Cristo, passamos a ter tudo, a ser tudo. Ele preenche o que falta, e ainda por cima, conserta o que está errado.

Ouça a música e conheça o Verdadeiro Pai.

Seja bem vindo ao Tal Pai Tal Filho!

Para começar, fique sabendo que Tata = papai e Filius = filho em latim.

Então, tatafilius é um lugar separado para que pais e filhos conquistem-se uns aos outros.

É fácil hoje um pai causar a ira aos seus filhos, e também fácil um filho não honrar seus pais.

Mas sabemos que o Pai dá a sua vida pelo seu filho. Tomemos isso como exemplo e sintamo-nos fortes para conquistar aquele que está bem próximo de nós.

Fique sabendo mais:

Filho:

  1. indivíduo do sexo masculino em relação aos seus pais ou a cada um deles
    • Mais ainda, a contagem mostra que o índice de fecundidade das mulheres já baixou para 1,8 filho, abaixo da taxa de reposição populacional, que é de 2 filhos. (editorial do jornal O Estado de São Paulo de 19 de setembro de 2008)
  2. descendente
  3. rebento de uma planta
  4. expressão de carinho

Pai:

  1. progenitor
  2. indivíduo do sexo masculino que gera outro indivíduo
  3. pessoa que exerce a paternidade
  4. um dos epítetos de Deus
  5. primeira pessoa da Santíssima Trindade

Agora aprenda a fazer ginástica para ficar em forma e acompanhar bem disposto o dia-a-dia, seguindo as  instruções deste vídeo:

Quem somos?

José Pereira, Ministro do Evangelho, Sacerdote Real. Ama a Pastora Rosi, Pedagoga, e é pai do Tenente Lucas e do Universitário Davi.

junho 2017
S T Q Q S S D
« dez    
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
2627282930  

Comentários

Blog Stats

  • 799 hits

Responda:

Categorias